Jardim Sustentável: o que você precisa saber de verdade

Jardim Sustentável: o que você precisa saber de  verdade

A ideia deste blog é de associar jardinagem com meio ambiente. Ah você pensava que um jardim é sempre ecológico?

A resposta é: nem sempre…

Segue adiante que você vai e entender o porquê.

Em primeiro lugar, Jardins sustentáveis não são apenas jardins montados em garrafas PETs ou em algum utensílio reciclado.

Isso é válido, mas o conceito de sustentabilidade na jardinagem vai mais além.

Para ser sustentável, um jardim deve:

  • Ter a flora adequada ao ecossistema da região;
  • Usar produtos e recursos que não agridam a natureza;
  • Ser orgânico no combate de pragas e adubos.

Flor tropicalMuita gente acredita que quando se fala em jardim, já se está defendendo a natureza.  Mas existe uma distância enorme a ser percorrida para de fato ser ecológico.

Eu tinha muitas dúvidas a respeito disso.

Inclusive já envolvida com paisagismo, eu não tinha me dado conta de que a beleza de um jardim pode ou não caminhar com sustentabilidade.

Isso porque conforme como um jardim é feito, pode estar destruindo o meio ambiente ou comprometendo a vida de espécies naturais do local.

Nem toda jardinagem é ecológica

Eu fui dona de uma pequena flora na cidade de Itu, SP e tinha algumas mudas de árvores que estavam paradas há algum tempo na loja. Como meu espaço era pequeno, resolvi doar algumas.

Um cliente levou algumas espécies nativas (plantas que são originárias do meio ambiente local) como Jerivá, Pitanga e Araçá.

No meio destas nativas eu doei também algumas mudas exóticas (plantas de outros biomas), entre elas, uma muda popularmente chamada de Neve da Montanha.

Essa espécie é muito bonita no inverno, quando perde a folhagem e fica totalmente coberta de flores brancas, parecendo que está coberta de neve, o que dá o nome popular.

Ocorre que esse cliente era um observador de pássaros e estava construindo um sítio para atrair aves e tem o sonho de transformar o local em um ambiente de observação.

Agradecido pela doação, ele levou as mudas e foi pesquisar a tal Neve da Montanha antes do plantio.

A árvore não é nativa, o que até aí, sabíamos no momento que ele levou. Além disso, a arvoreta era simplesmente muito venenosa para várias espécies de pássaros! 

árvore que fica com flores todas brancas parecendo que está coberta de neve
Árvore Neve da Montanha – Nativa do México

Ou seja, na melhor das minhas intenções eu estava destruindo o trabalho dele, afugentando a fauna que ele pretendia atrair ou talvez até pior, matando-a!

Fiquei super mal com o episódio e isso despertou em mim uma noção de eu tinha de estudar e respeitar o meio ambiente!

O paisagismo mal orientado pode ser nocivo, pode destruir a fauna e também a flora, pois pode contemplar elementos altamente perigosos ou simplesmente que causem desequilíbrios.

Um jardim sustentável precisa se preocupar com a fauna e a flora nativa

Foi preciso esse susto para despertar em mim a curiosidade de como eu deveria agir a partir de então.

Pesquisei muito, fiz cursos, sempre que posso converso com pessoas do meio e tento expandir minha mente para não cometer os mesmos erros de antes.

Porém, eu vi que esse meu erro não era uma falta de cuidado ou de conhecimento só meu. Eu olhei para os lados e vi que tem um monte de gente, meus colegas, que faziam exatamente a mesma coisa.

Alguns por ingenuidade, outros por questões comerciais e ainda outros para facilitar seu trabalho.

Em outras palavras, é muito mais fácil levar um saquinho de adubo industrializado do que carregar um saco de 25 kgs de húmus de minhoca!

É muito mais rápido jogar um inseticida naquela planta que tem cochonilhas e pulgões do que incentivar o controle biológico!

Para que discordar de um cliente que quer plantar um Álamo (árvore de clima frio) num calor de 35 graus?

Arvore lilás e branca chamada manacá da serra, nativa do Brasil
Manacá da Serra – Nativa do Brasil

Mas qual o saldo desta atitude? Solo envenenado, lençóis freáticos poluídos, escassez de água potável, extermínio da fauna, fim da vida!

Nesse sentido, é urgente mudarmos nossos conceitos e pensarmos no futuro de nossos filhos.

Com o sentimento de querer mudar algo, decidi escrever sobre sustentabilidade dentro do universo do paisagismo.

Pilares do Jardim sustentável

Para ser sustentável, um jardim com toda sua beleza precisa obedecer 3 pilares:

  1. Atender ao seu público – SOCIAL
  2. Respeitar a Natureza – ECOLÓGICO
  3. Ser autossuficiente – ECONÔMICO

Ao contrário do que muita gente pensa, praticar sustentabilidade não é plantar uma árvore no fim de semana.

Primeiro, precisamos encontrar a árvore adequada, saber que adubos usar,  observar a fauna, a flora, as pessoas que vivem no local, a água para irrigação e muitos outros fatores.

O tema é vasto e a cada dia cresce mais, pois as pessoas vão se conscientizando e buscando alternativas ecológicas.

Esse Blog pretende procurar novas formas de cultivo orgânico, mostrar como melhor utilizar a água, como evitar poluição de áreas, auxiliar na educação ambiental de nossas crianças e muito, muito mais.

Bem-vindos ao blog Jardim Sustentável!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *